Pierre Levy

“A fusão das telecomunicações, da informática, da imprensa, da edição, da televisão, do cinema e dos jogos eletrônicos em uma indústria unificada da multimídia é o aspecto da revolução digital que mais se enfatiza, mas não é o único, nem talvez o mais importante. Continuar lendo

imagem

Para buscar imagens na internet, pode-se recorrer às ferramentas de pesquisas conhecidas (navegadores Internet Explorer, Google Chrome, FireFox, etc) ou aos álbuns coletivos como Picasa e Flick. No Flick, pode-se pesquisar a partir de uma cor predominante na imagem com a ferramenta Tineye. Imagens com os direitos autorais liberados podem ser encontradas em Pictures For Learning, GiniPic, Behold, Ookaboo, PDPhoto, Compfight, EduPic e Fotopédia. Além delas, a revista Life também oferece um acervo online.

 

Uma dica que vale por duas

Fica aqui uma dica que vale por duas: uma listagem de várias ferramentas para desenhar, criar animações, quadrinhos, editar imagens etc, organizadas por meio de um serviço gratuito chamado Livebinders. Livebinders organiza todos os endereços de seus sites favoritos em encadernações virtuais, facilitando a visualização dos sites marcados. As seleções de sites podem ser públicas ou privadas. Continuar lendo

texto

A internet é a uma fonte infindável de textos sobre assuntos diversos, além de vários livros originais digitalizados. Obras de vários autores estão disponíveis online para consulta ou download.

A página da CatracaLivre, de São Paulo, traz uma lista compreensiva de vários lugares onde se pode conseguir alguns desses originais de forma totalmente gratuita.

Outra lista interessante se encontra no blog Mídias na Educação. Neste blog, também é possível encontrar indicação de ferramentas e bibliografia sobre o assunto educação e tecnologia.