blog

Por muito tempo houve listas de discussão por meio das quais as pessoas trocavam ideias e opiniões dentro de suas comunidades virtuais. Essa tecnologia evoluiu e passou a oferecer recursos gratuitos de publicação em linguagem html, ou seja, se tornou uma forma de criar uma página pessoal sem a necessidade conhecimentos de programação. Quando apareceu nos anos 90, o recurso foi chamado de web log, registro feito na rede. Os primeiros weblogs tinham um caráter bastante pessoal. Em alguns anos, o americano Peter Merholz fez um trocadilho em seu weblog, dizendo que esse era o meio no qual we blog (nós blogamos), e o termo se espalhou rapidamente. Tão rápido quanto a quantidade de blogs criados mundo a fora. Muitos deles ainda hoje funcionam como diários pessoais, mas outros fornecem comentários e notícias sobre um assunto em particular, podendo inclusive ser escritos por mais de uma pessoa. Com o advento do audioblog e principalmente do videoblog por volta do ano 2000, a palavra blog assumiu um significado ainda mais amplo, englobando qualquer tipo de mídia por meio da qual um indivíduo expressa sua opinião ou trata de um assunto específico.

Ainda assim, o blog é antes de tudo um importante meio de se experimentar a escrita e a leitura, inclusive no formato microblogging, em que o número de caracteres é limitado. A ferramenta é objeto de estudo de muitas pesquisas acadêmicas da área de educação e comunicação. Os blogs possuem historicidade, pois preservam a construção dos argumentos; assim professor pode fazer intervenções, corrigindo e orientando todas as postagens sem o limite de tempo imposto pela sala de aula.

Cinco boas opções para criação de blogs são BloggerWordPress (no qual este site foi feito), TumblrWix Jimdo. Boas orientações para iniciantes estão em Montar Um Blog. Se você precisa transformar um blog em texto tipo PDF, conheça Blogbooker.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>