(per)cursos

“Pensar um conceito do que significa estar alfabetizado no Século XXI envolve a perspectiva das múltiplas linguagens. Poderíamos listar três eixos que sustentam esta perspectiva da comunicação e da mídia-educação: cultura (ampliação e possibilidades de diversos repertórios culturais), crítica (capacidade de análise, reflexão e avaliação) e criação (capacidade criativa de expressão, de comunicação e de construção de conhecimentos). A essas três palavras que começam com a “letra C”, acrescento o C de cidadania, configurando então os “4 C” da mídia-educação: Cultura, Crítica, Criação e Cidadania, que devem estar presentes na educação de crianças e formação de professores.”

Extraído de Alfabetização Midiática na Escola, trabalho apresentado pela Dra. Mônica Fantin, no Seminário VII Seminário “Mídia, Educação e Leitura” do 16º COLE, Campinas, em julho de 2007.

Este texto fala com riqueza sobre questões que pretendo mobilizar com este site. Pretendo em breve trazer aqui relatos da minha experiência de descoberta de linguagens textuais e não-textuais e de como minha visão sobre educação e trabalho foi se alterando por meio dos assuntos que conheci a partir do momento em que me interessei por ferramentas digitais e linguagens multimidiáticas.

Por enquanto, tudo o que teria a dizer está condensado neste documentário,Escolarizando o Mundo - O Último Fardo do Homem Branco. Se há um início para todo e qualquer percurso, este vídeo trata dos meus vários pontos de partida. O fato de sermos capazes de criar tal narrativa, de olharmos para a educação em uma perspectiva histórica e a percebermos de forma tão complexa me enche de esperança. Me emociono a cada vez que assisto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>